Google
 

terça-feira, 23 de outubro de 2007

E Agora???

Pronto, agora fudeu tudo de vez! Estou sentada ao lado do terrorista mais procurado do mundo, dentro de um ônibus estranho, em uma cidade estranha, em um país estranho e ainda por cima em um continente estranho.
Não sei o que fazer. Não sei se pergunto o que ele está fazendo ali, se pergunto se minhas coisas já foram limpas ou se ligo para Edward. Bem, como sou uma pessoa sensata, não irei ligar para o Ed tendo ao meu lado outro homem, não pega bem. Vou esperar ele puxar papo e depois penso no que vou fazer.
- Que coincidência Garota, encontrá-la aqui. Você pega sempre esse ônibus?
- Sim Xórgi, toda vez que venho para esta cidade pego esse ônibus. E você? O que faz aqui na city?
- Ahhh Garota, nem te conto. Acredita que tive que trazer seus eletroeletrônicos para limparem aqui? Não achei ninguém competente para fazer isso no Brasil.
Xórgi estava mentindo, era fácil perceber. Mas eu tinha que fingir que ele estava falando a verdade, não poderia colocar meu disfarce em perigo.
- Quando você vem a Johanesburgo aonde você costuma ficar?
- Eu fico sempre no Hotel Mercure Inn Midrand.
- Bom hotel, é um 3 estrelas mas é bom. É ele que fica na Old Pretoria Road, não é mesmo?
- Sim kérido Xórgi. E você está hospedado aonde?
- Bem, cheguei hoje e ainda não sei aonde vou ficar. Você tem alguma sugestão?
Queria saber o que acontece comigo, mesmo sabendo que Xórgi é um terrorista perigoso, não consigo sentir medo ao lado dele, pelo contrário, me sinto tão bem com ele. É, como diria aquela propaganda, como se eu tivesse usando uma calcinha que acabei de tirar da gaveta. Mas eu não poderia me prender a sentimentalismos baratos, eu estou em um missão e tenho que cumpri-la. Mas tenho que ser cautelosa, mantê-lo perto de mim o tempo todo até eu conseguir chamar reforços. Nunca pensei que fosse tão emocionante ser uma agente secreta.
- Xórgi que tal tomarmos um drink? Creio que temos muito que conversar...
- Não vai dar Garota, acredita que eu esqueci minha carteira em casa?
- Não seja por isso Xórgi, eu pago a conta. Tudo hoje será por minha conta.
Claro que estava blefando quando falei isso, quem vai pagar tudo será a Coroa Britânica.
- Bem Garota, eu não gosto muito disso não, mas como você insistiu muito, eu aceito?
Que cara de pau! Eu o convidei apenas uma vez e ele disse que eu insisti? Esses terroristas americanos são de morte...
- Vamos fófis, hoje a noite é nossa!
Chegamos ao bar. Xórgi foi de bebidinhas e eu fiquei somente na água mineral. Não poderia encher a cara ali, eu estava em missão.
- Xórgiiii, estão boas as bebidinhas?
- Sim Garota querida. Por quê você não bebe comigo?
- Ai Xórgi, eu fico com vergonha de beber em público aqui na África do Sul.
- Toma um suco então, nesse bar existem mais de 40 tipos.
- Suco sim, eu aceito. Xórgi, você me aguarda um pouquinho enquanto vou ao banheiro?
- Vai ao banheiro fazer o quê?
Que pergunta indiscreta! O que se faz no banheiro ora bolas? Tenho que manter a postura, ser educada e simpática como sempre, ele não pode desconfiar de nada.
- Xórgiiii! Vou ao banheiro retocar a maquiagem e tirar a água do joelho.
Fui. Essa era a hora que eu estava esperando, eu tinha que avisar o Ed.
Entrei no banheiro, olhei em todos os cantos. Peguei o rádio e liguei para Ed. Só que neste momento a porta se abre e eu só ouço um...
- Garooooooota linda! Você por aqui kérida?
- Gorda Alzira, ops... grande Alzira! Que saudades de você miiiiiiga...
Affeeennn... se eu encontro esse tal de Murphy, eu juro que mato!!!

3 comentários:

Carol disse...

A gorda?
Este mundo é uma ervilha!

Lidia disse...

Alzira apareceu???
Na África do Sul!??!?!?!?!

Afffffffffffffffffffffff.....

carol disse...

A Gorda Alzira matou a Garota?