Google
 

domingo, 7 de outubro de 2007

Adivinha Quem Era...

Eu sabia! Minha intuição não falha. Aquele sexto bode estava realmente com defeito, será que o PROCON resolve isso?
Pois bem, fiz o despacho para ver se Jorge aparecia e quem me liga? Sir Edward!
Tive que me segurar, na hora que ouvi aquela voz, me lembrei dos bons momentos que passamos juntos, aquele clima romântico dentro do coletivo, a conversa inteligente que tivemos quando descemos, o cheiro de homem dele...
Estou me sentindo uma devassa, uma dessas mulheres dama. Jorge some e com menos de um mês já estou colocando outro homem dentro de casa. Tenho que parar de pensar assim, afinal de contas Sir Edward disse que só queria conversar comigo, apenas!
A campanhia toca.
- Boa noite Garota, como vai?
Céus, esse homem consegue mexer comigo. Como ele está lindo!
- Trouxe isso para você.
- Um cesto de roupa? E com roupas dentro? E roupas masculinas? E sujas?
- É garota, sabe o que houve? Essas roupas não podem ser lavadas na máquina, somente à mão. Então pensei em você fazer isso para mim enquanto a gente “brinca” um pouquinho, que tal?
Nessa hora eu perdi a paciência, Sir Edward só me procurou porque queria sexo!
- Sir Edward, agora estou casada. Você demorou tanto para me telefonar que apareceu outro.
- Outro? Mas você é muito ordinária! Mal eu viro as costas e você já coloca outro homem em seu coração?
- Você disse que ia me ligar e não me ligou.
- Eu perdi seu telefone. Passei esse tempo todo tentando de ligar.Liguei para quase todos os celulares dessa cidade. Desde aquele dia estou tentando te ligar. Hoje, por sorte, eu achei seu telefone. Eu passava mais de 18 horas no orelhão ligando para todo mundo para ver se lhe achava e é isso que você faz comigo? Me tira de seu coração e coloca outro? Você é uma ingrata...
Sir Edward tinha razão. Como pude me precipitar desse jeito? Eu simplesmente me atirei nos braços do primeiro que apareceu. Fui leviana, insensível, uma sem coração, um monstro!
- Sir Edward me perdoe! Eu realmente não deveria ter agido dessa forma, eu fui muito egoísta, só pensei em mim. O que eu posso fazer para conseguir seu perdão?
- Hummmm... estou me sentindo tão, mas tão ofendido...
- Sir Edward me permita que eu lave sua roupa como forma de reparar meu erro.
- Sim Garota, eu permito sim. Mas somente porque, apesar de tudo, eu gosto muito de você. Vou deixar a roupa aqui, quando você tiver terminado de passar me liga que eu venho buscar. Aliás, não vai ter como você me ligar, roubaram meu celular naquele dia.
Eu tinha que fazer algo para atenuar minha culpa, eu iria sim lavar a roupa dele.
- Sir Edward, eu farei isso sim.
- Mas Garota, como eu ficarei sabendo que você terminou de lavar e passar? Roubaram meu celular, lembra? Agora nem ligar mais para você eu irei poder...
Meu deu pena ouvindo Sir Edward falando isso. Eu tinha quer reparar mais esse erro.
- Sir Edward, pegue esses vales-transporte e vá procurar seu telemovel . E leve também meu celular, desse jeito quando você quiser falar comigo é só ligar para esse numero.
Sir Edward foi-se, extremamente magoado comigo. Mas eu iria consertar essa situação.
Corri para o tanque e fui lavar a roupa dele.
- O que significa isso no bolso dessa calça? Que absurdo!!! ...

( Continua... )

2 comentários:

Ru Correa disse...

Eu quero saber o que tinha no boooooooooooolso!!
hehehhe

Beeeeeeeeeeeeeeeijos, lindonaaaaaa!!

Lidia disse...

Eu tambémmmmmmmmmmmmmmmmmm!!!!!!!!!

Beijosss!!!